top of page

Congresso da ABES 2023: ESG será destaque no maior evento de saneamento ambiental do Brasil

A agenda ESG (meio ambiente, social e governança) é um dos assuntos mais discutidos da atualidade e não poderia faltar na programação do 32º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental (CBESA), o Congresso da ABES. O tema será destaque em dois painéis, sendo um sob a ótica da comunicação e outro na perspectiva da gestão. O mais importante evento de saneamento ambiental do Brasil, uma realização da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES será realizado, de 21 a 24 de maio, no Expominas, em Belo Horizonte/MG.

O painel “ESG no saneamento: o papel da comunicação”, da Câmara Temática de Comunicação no Saneamento da ABES, abordará como os conceitos de ESG impactam na atuação dos profissionais de comunicação e sua relação com o saneamento e como esta visão inovadora contribui para o meio ambiente e o diálogo do setor com a sociedade. A discussão acontecerá em 22 de maio (segunda-feira), das 14h15 às 16h.


“O ESG é uma forma de trazer o tema meio ambiente, social e governança para o mundo do saneamento, ou seja, água, esgoto, resíduos sólidos, lixo e drenagem urbana. É fundamental, porque tratamos o tema da sustentabilidade há algum tempo, mas com uma visão mais departamentalizada nas companhias. O bacana do ESG é que ele traz uma visão estratégica para as organizações”, afirma Dante Ragazzi Pauli, coordenador da Câmara Temática de Comunicação da ABES e Superintendente de Planejamento Integrado.

“Ao invés de ser um departamento ou uma área das empresas, o ESG passa a ser emanado pelas lideranças e pela estratégia da empresa. Além da importância do ESG, a ideia do painel é debater como a comunicação pode alavancar esse processo que no fundo traz melhorias para todas as partes interessadas, a sociedade, os clientes, a força de trabalho e os acionistas”, complementa.

ESG e gestão

Por sua vez, o painel “Melhorias na Gestão pautada por Práticas do ESG, os reais ganhos” é organizado pelo Comitê Nacional de Qualidade da ABES – CNQA. A mediadora será Samanta Tavares, subsecretária de Recursos Hídricos e Saneamento Básico da Secretaria Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística do Estado de São Paulo e Coordenadora Geral do Comitê Nacional da Qualidade da ABES – CNQA. O debate será no dia 23 de maio (terça-feira), das 10h30 às 12h15.

O mercado de capitais e de consumidores, governos e reguladores, exigem, cada vez com mais ênfase, alta performance ESG. A excelência na gestão ESG para obter esses resultados, passa a ser condição essencial para atrair investimentos, fidelizar clientes e atender a regulação. Os altos investimentos no saneamento ambiental nos próximos 10 anos, para alcançar a universalização serviços de saneamento, certamente serão canalizados para empresas comprometidas com resultados de ESG de 2ª geração – que demanda, por exemplo, negativação de carbono, não só neutralização – sejam elas listadas em bolsa, grandes empresas ou instituições públicas ou privadas ou sua rede de fornecedores. O CNQA – Comitê Nacional da Qualidade ABES já engaja desde 2022 várias organizações do setor, como usuárias do Modelo de Excelência em Gestão ESG do Saneamento Ambiental – o MEGSA ESG – para avaliar e melhorar a maturidade dessa gestão, e do rating “ABES ESG Index” para medir o alcance do conjunto das ações ESG da organização, alinhados aos ODS da ONU e aos melhores sistemas de indexação do mundo. O Painel abordará como esses instrumentos podem trazer ganhos reais para empresas e instituições.


“Este painel tem como finalidade compartilhar a vivência e os reais ganhos das organizações de excelência reconhecidas no ciclo de 2022 proporcionando troca de conhecimento para o setor e para os participantes do Congresso para enfrentar os desafios de universalização e sustentabilidade”, detalha Ana Malateaux, coordenadora adjunta do CNQA e integrante da organização do painel.

“O CNQA, alinhado à sua missão, busca estimular a implementação de modelos gerenciais compatíveis com as tendências mundiais, reconhecer experiências bem-sucedidas e promover o intercâmbio das melhores práticas, contribuindo com o desenvolvimento do saneamento ambiental”, afirma também.


O Congresso da ABES em BH

O tema que irá nortear todas as discussões da 32ª edição do Congresso da ABES evento é “Saneamento Ambiental: desafios para a universalização e a sustentabilidade”. O evento envolverá a comunidade acadêmica, especialistas do setor e organizações parceiras do Brasil e outros países para discutir os temas mais relevantes em engenharia sanitária e ambiental em sua concepção mais ampla, abordando desafios, políticas públicas, soluções e tecnologia.





69 visualizações0 comentário
bottom of page