NOTÍCIAS SOBRE A CRISE HÍDRICA NO PARANÁ

O Paraná vive uma crise hídrica sem precedentes que está surpreendendo todo o país.

12/05/2020 – Represa Passaúna – Foto: Gilson Abreu
Estiagem no Paraná pode perdurar até fevereiro de 2021
Seca no Paraná: estado ganha novas paisagens com estiagem
Paraná tem pior seca dos últimos 30 anos
Paraná enfrenta a pior seca já registrada no estado

A água é um elemento essencial para prevenção e proteção da COVID-19. A lavagem das mãos com água e sabão é uma forma de prevenir o contágio. A higienização correta de alimentos, objetos, ambientes também é uma forma de conter a disseminação do virus.
Além desta importância diante do cenário da pandemia, a água sempre foi um elemento essencial à vida. Por esse motivo ações para sua preservação, uso racional e conscientização são essenciais nestes tempos e sempre.

O Projeto COVID-19 dá algumas dicas de prevenção à COVID-19 e à dengue além de economia e reaproveitamento de água:

COVID ÁGUA: UMA AÇÃO DE TODOS

Considerando que, além de ser um elemento vital, a água pode ser considerada essencial no combate ao coronavírus.
A Campanha COVID ÁGUA: Uma Ação de Todos busca incentivar ações que visem a conscientização da população para mudança de hábitos em relação ao uso da água. 

A primeira etapa do projeto consiste na sensibilização da população sobre medidas simples a serem implementadas no dia a dia, que visem o uso responsável da água. Para isto, foram elaborados diversos posts e cartazes com mensagens simples e breves os quais podem ser baixados através da página de downloads do projeto “COVID-19: e agora”.

A segunda etapa do projeto foram produzidas mais de 500 máscaras faciais, item de uso obrigatório na maioria das cidades brasileiras, simbolizando o cenário de pandemia aliado à falta de água enfrentada pelo Centro-Sul do país.

Na terceira etapa foi realizado um webinar para discutir as causas e consequências da seca no Paraná. O webinar pode ser visualizado aqui.

Clique aqui para visualizar no site da ABES Nacional

No mesmo evento foi lançado o video sobre a Seca no Paraná. 

Devido à persistência e severidade da seca, a campanha desenvolveu orientações simples para mudança de hábitos, que devem passar a fazer parte da rotina da população, estimulando atitudes conscientes para economia, uso racional e reutilização da água em espaços públicos e privados.

Segundo o Boletim do CEMADEN de 8 de maio de 2020:

O IIS (Índice Integrado de Seca) observado no mês de abril de 2020 aponta para a intensificação da seca principalmente na Região Sul do país, com a ocorrência de seca extrema e excepcional em grande parte do Estado do Rio Grande do Sul. O cenário do IIS para o mês de maio, considerando chuvas 30% abaixo da média, indica intensificação das condições de seca em estados das Regiões Centro-Oeste e Sudeste do Brasil. Na Região Sul, é apontada a permanência das condições de seca nos três estados, com intensidade variando entre moderada a excepcional. Enquanto o cenário do IIS para o mês de maio considerando chuvas 30% acima da média aponta para uma atenuação das condições de seca na Região Norte, mas ainda com ocorrência de seca moderada a extrema nos estados do Centro-Sul do país.

Veja também texto escrito pela professora Miriam Rita Moro Mine:

Secas são eventos persistentes e que ocorrem em todo o mundo, desde regiões áridas como desertos e savanas, até regiões úmidas e florestas tropicais. As secas ocorrem primeiramente pelo déficit de precipitação, este que caracteriza uma seca meteorológica. Após um período sem chuvas, a umidade das camadas superficiais do solo decresce, afetando a produção agrícola, sendo referida como seca agrícola. Caso a chuva não chegue, inicia-se o déficit nas águas superficiais e subsuperficiais, gerando uma seca hidrológica. E finalmente, após um período longo de seca hidrológica, a escassez nos corpos hídricos começa a afetar o abastecimento urbano, a geração de energia elétrica, a agricultura, a pecuária e toda a economia. Uma forma de avaliar secas é por meio de índices de seca, estes que fornecem informações de severidade ou seca mais intensa, magnitude ou impacto de uma seca em relação ao tempo e duração da mesma.
Secas tem ocorrido no mundo todo e durante vários períodos na história, inclusive em lugares com regime pluviométrico bem distribuído durante o ano, como ocorre na região sul do Brasil, mais precisamente no Estado do Paraná. O Paraná caracteriza-se por um regime pluviométrico não sazonal e por chuvas bem distribuídas ao longo dos anos. Mesmo assim, secas estão presentes na história do Paraná, como a seca que ocorreu em 1963 em praticamente todo o Estado. A seca que estamos vivenciando no momento não é de agora. Os níveis de água do Paraná já vinham diminuindo desde 2019, porém maio foi o mês registrado como o pior em termos de nível de água.
Num cenário futuro elaborado por modelos climáticos, a previsão é de aumento de magnitude, duração e número de eventos de seca até o final do século XXI. Tais previsões são feitas com dados de reanálise, simulados de acordo com as características climáticas de cada região. Vale ressaltar que tal cenário de previsão foi elaborado em comparação com as secas ocorridas no período histórico no Paraná. As estatísticas apontaram secas mais intensas em todo o Estado, sendo as mais severas na região Noroeste do Estado, próximo a Maringá.
Sendo assim, é importante tomarmos medidas preventivas com o intuito de mitigar os impactos de uma seca, visto que a seca é um evento climático que não pode ser atenuado. Saber de antemão quando iremos vivenciar uma seca é de fundamental importância para que nos adaptemos quanto ao abastecimento de água urbana e industrial, quanto a agropecuária e quanto a geração de hidroeletricidade. Por agora, o mais importante é economizar água e garantir o abastecimento equilibrado entre todos os indivíduos e setores da sociedade.

PARCEIROS DA CAMPANHA COVID ÁGUA